TOEIC, TOEFL itp, TOEFL ibt. Se você já se perguntou se essas certificações em idiomas são úteis, o vídeo deste artigo é pra você. Ele vale tanto para os testes de proficiência em inglês quanto para certificações voltadas a outros idiomas. Então, pra saber quando vale a pena fazer um desses exames, reuni aqui minhas dicas, depois de já ter feito três deles.

toefl-toeic-delf-dalf-as-certificacoes-em-idiomas-sao-uteis-video-mosalingua

Atualizado em 09.06.2020

As certificações em idiomas são úteis?

Ultimamente, tenho recebido muitas mensagens de nossos usuários e seguidores perguntando se acho que os testes de proficiência em idiomas são úteis. Minha resposta? A seguir!

Não sei se você está familiarizado com as certificações mais reconhecidas, como o TOEFL, o TOEIC e o IELTS, para inglês; o DEFL e o DALF para o francês; o DELE, para o espanhol; o Goethe-Zertifikat para o alemão, e assim por diante… Eu tenho uma certa experiência com essas certificações, já que há alguns anos fiz o TOEFL, o Certificate in Advanced English (do British Council) e o DELF, para o francês.

TOEFL, TOEIC, DELF, DALF… esses certificados são úteis? 

Na verdade, isso depende dos objetivos e das circunstâncias pessoais de cada um…  Esses testes são úteis ou até mesmo obrigatórios em algumas situações. Como, por exemplo, se você quer estudar fora, em uma universidade estrangeira. Algumas delas inclusive exigem um certificado específico, como o TOEFL ou IELTS; Ou, outra situação: se você quer requerer cidadania em outro país. Esse foi meu caso, no ano passado. Fazer o DELF me ajudou a obter a cidadania francesa.

Se você quer trabalhar em uma área em particular, como tradutor ou intérprete, por exemplo, também pode interessante. Especialmente no início, quando você ainda não tem muitas referências.

Há mais uma situação em que essas certificações podem ser muito importantes: quando você está procurando emprego. Em alguns países, como a Itália, a França ou a Espanha, as pessoas tendem a superestimar sua capacidade em relação aos idiomas. Então, você vê muita gente que afirma ser fluente em inglês em seu currículo. Mas, quando eles chegam para uma entrevista de emprego e você começa a fazer perguntas em inglês, eles ficam pálidos ao se darem conta de que você vai descobrir que eles exageraram um pouco em relação ao real domínio que fazem dessa língua. É por isso que muitas empresas que contratam profissionais que falam mais de um idioma preferem entrevistar pessoas que têm esses certificados. Ao invés de arriscar com candidatos que podem fazê-las perder tempo. Então, um certificado de idiomas como estes pode evitar que o seu currículo seja jogado fora antes que você consiga chegar à fase da entrevista.

Certificações X domínio do idioma

Outra pergunta recorrente é: as certificações em idiomas são úteis para aprender ou até para dominar uma língua? Naturalmente, isso depende do programa de cada certificação mas, de modo geral, eu não acredito que eles sejam suficientes para realmente aprender e ser capaz de falar o idioma. Mesmo que se preparar para esses testes ajude, você não deve se apoiar apenas nesse processo para dominar uma língua.

Algumas certificações dão uma ênfase muito grande à escrita e à gramática. Nesse caso, você pode ter pessoas que conseguem scores muito altos, mas nem por isso são capazes de falar o idioma. Além disso, quando você se prepara para esses testes, acaba trabalhando muito em atividades que são mais úteis para passar na prova do que para usar o idioma na vida real. Quer dizer… quantas vezes, na sua vida, você teve que descrever uma foto de uma família ou de uma paisagem? Isso é pedido aos estudantes com frequência, em certos testes, mas não cobre os aspectos mais úteis de um idioma, que deveriam ser o foco.

Entretanto, estudar para um teste de proficiência em um idioma pode ser útil na medida em que dá a você um prazo definido, e, basicamente, força você a estudar. Foi o que aconteceu comigo quando eu me inscrevi para o Certificate in Advanced English. Tive que pagar cerca de 150 euros apenas para fazer o teste, o que era bastante, para um estudante. Posso garantir que isso me trouxe a motivação para estudar diariamente, durante 3 meses. Porque eu não queria gastar meu dinheiro indo mal na prova.

Conclusão

Concluindo: as certificações em idiomas podem ser super úteis para provar sua competência em diferentes situações. Mas fazer os testes para obtê-las não fará com que você domine um idioma. Elas podem ajudar bastante, mas você não deve depender apenas delas para obter um bom nível na língua que está aprendendo! 

Se você tem interesse em certificados de proficiência em idiomas, vale a pena lembrar que você pode obter seu Certificado MosaLingua. É claro… se você usa nossos apps ou nossa plataforma online: o MosaLingua Web. Na medida em que progride no app, você desbloqueia um Certificado MosaLingua personalizado, que é útil não apenas para efeitos de motivação (você pode imprimi-lo e pendurá-lo na sua casa ou em seu escritório), mas também para provar a um empregador em potencial que você vem estudando o idioma e que já alcançou alguns marcos.

BÔNUS: nosso artigo, em vídeo

O vídeo está em inglês, mas você pode habilitar legendas no idioma que preferir. Para fazer isso, basta clicar no ícone da engrenagem, no canto inferior direito do vídeo.

Se preferir, assista direto no YouTube! E… se você ainda não está entre nossos queridos seguidores, basta clicar no botão “inscrever-se” para ter acesso a mais dicas de aprendizagem de idiomas.  Cuide-se bem!