Como dizemos com frequência no blog MosaLingua, a melhor maneira de aprender uma língua é começar a usá-la oralmente o mais cedo possível. Poucos têm a chance de ir todos os fins de semana a Londres ou todos os meses à Espanha.  Então, para encontrar pessoas com as quais falar, podemos buscar correspondentes através da internet.

Tenho certeza (como toda a equipe do MosaLingua) da qualidade e da eficácia dos cursos de conversação via internet para aprender uma língua. Pessoalmente, dentre os diferentes serviços disponíveis, meu favorito é, de longe, o Italki — uma plataforma que permite realizar cursos de línguas via internet, oferecidos por professores (certificados) e tutores, ou então realizar trocas gratuitas.

MosaLingua é muito útil, mas não é o único recurso que você deve usar para aprender um idioma, pois nada substitui o ato de se lançar na conversação através da língua que você está aprendendo. Não espere estar preparado, pois você nunca vai estar! (Você se sentiu preparado para conversar em inglês após ter estudado esta língua durante anos na escola? Eu não!)

Há mais de 6 meses, utilizo o Italki regularmente. Fiz cursos de turco, russo, alemão e ensinei francês a dezenas de pessoas espalhadas por todo o mundo (sempre através do computador). Por saber  bem como funciona o Italki, resolvi que seria interessante colocar você a par das 3 coisas mais importantes que eu aprendi através de minha experiência com a ferramenta. Minha experiência se mistura com aquela de milhares de utilizadores. Por isso, permito-me chamar tais descobertas de “regras de ouro”!

 

I. Comprometer-se com um curso é algo mais poderoso do que a maior das motivações

3-regras-de-ouro-para-aproveitar-os-cursos-de-conversacao-via-internet-ao-maximo-mosalinguaEu passei anos testando diferentes maneiras de aprender uma língua e, na maior parte do tempo, desanimei rapidamente ou tive grandes problemas com a regularidade. Por quê? Simplesmente porque nada me obrigava a fazer o que eu havia decidido fazer. A motivação é um recurso raro e difícil de controlar. Fazer curso (seja ela presencial ou via internet) proporciona um engajamento:
1- Marcamos um horário com alguém, de modo que seria deselegante ausentar-se.
2- Pagamos e, se não dermos continuidade ao curso, o professor vai perder tempo e dinheiro.

Eu ofereço cursos de francês via Italki há cerca de 4 meses. Tive estudantes que falavam francês fluentemente, mas queriam fazer curso comigo. Perguntava a eles a razão pela qual faziam curso, pois poderiam simplesmente fazer intercâmbio linguístico on-line gratuitamente. Verdade! Afinal, há vários franceses como eu que desejam aprender inglês! Todos me responderam, simplesmente, que se não pagassem, não teriam comprometimento com alguém e não fariam o curso.

No início, busquei correspondentes linguísticos para fazer trocas. Encontrei várias pessoas supermotivadas e planejei várias sessões de conversação para o fim de semana. E, quando o fim de semana chegou, as pessoas não estavam disponíveis. Nem eu! Não tinha nenhuma motivação (diferentemente do momento em que fiz a proposta de troca). Agora, não perco mais tempo. Reservo um pacote de lições (5 aulas, pois é menos caro e me obrigada a fazer, pelo menos, 5 sessões) com um tutor ou um professor.

Uma razão a mais: os preços no Italki são, geralmente, duas ou três vezes mais baratos que aqueles cobrados por professores de línguas que você encontra por aí — e com níveis de qualificação profissional equivalentes ou superiores. E nunca lamentei nem mesmo um centavo investido em cursos on-line!

 

II. Escolha um professor com base em suas competências, mas também com base em sua afinidade!

Este é um ponto indispensável. Se quiser ter vontade de ter aulas, a conexão emocional com seu professor é muito importante.

3-regras-de-ouro-para-aproveitar-os-cursos-de-conversacao-via-internet-ao-maximo-mosalinguaJá testei professores superqualificados a preços atraentes e não continuei com eles,  simplesmente porque não tínhamos afinidades. Nada contra eles, mas nem todo mundo é compatível. Por outro lado, eu adoro fazer cursos de alemão ou russo, porque adoro meus professores. Nossas conversas (na língua estudada) são muito interessantes e gosto de aprender com eles, porque sei que eles compreendem minha maneira de pensar e meus objetivos.  Estabelecer um vínculo visual e afetivo com a pessoa que nos ensina cria algo positivo e muito poderoso.

Conheço pessoas que associam o alemão a exercícios entediantes e listas de regras gramaticais que precisam ser decoradas. Para mim, aprender alemão é um prazer, porque a aprendizagem ocorre como eu desejo! Não esqueça de sua paixão, seu interesse pela língua é muito precioso a longo prazo. Continuar tendo prazer em estudar é a chave para pessoas que aprendem línguas.

Italki é muito bem adaptado para lhe ajudar a encontrar professores que correspondam a seus anseios. Você tem direito a várias sessões do tipo amostra.  São sessões de 30 minutos, e elas possuem um preço bem mais baixo que o curso completo (de 1 a 8 dólares). Você tem direito a apenas uma sessão desse tipo por professor. Eu lhe aconselho a testar vários cursos antes de fazer sua escolha. Mantenha sua busca pela pessoa certa até encontrá-la.

 

III. Combine o uso do MosaLingua com o Italki para potencializar a aprendizagem

Antes de fazer parte da equipe MosaLingua, eu era como vocês, um grande fã do aplicativo. Eu utilizava (e ainda utilizo) o app para aprender espanhol, inglês para negócios e alemão. Eu até baixei o de português por diversão!

Tom, un anglais qui combine Italki et MosaLingua. 400 cartes apprises et déjà à l'aise avec le français !
Tom é um inglês que utiliza MosaLingua e Italki para aprender francês. 400 flashcards aprendidos, e já se vira bem falando francês!

Se há duas ferramentas para aprender idiomas que se diferenciam dos outros recursos, elas são o MosaLingua e o Italki. Por quê? Porque o  MosaLingua permite a aprendizagem do vocabulário útil e a memorização de longo prazo. Já o Italki proporciona o outro elemento indispensável: a fala!  Ou seja, você pode aprender o vocabulário e, em seguida, colocá-lo em prática. Eu aconselhei vários estudantes meus a experimentar MosaLingua (para estudar francês). Quase todos adotaram o app, porque ele permite ao estudante recordar o vocabulário aprendido durante a aprendizagem.

Pessoalmente, crio flashcards para cada nova palavra de alemão que aprendo durante o curso. Dessa forma, gerencio bem meu tempo: uma ou duas horas de curso on-line por semana e flashcards todos os dias — isso não me toma tempo e me proporciona resultados muito bons!

E você, utiliza aulas on-line e MosaLingua para aprender? O que você acha do Italki? Poste sua opinião nos comentários!