Cada país, uma cultura diferente; e um processo de recrutamento diferente. Quando você se candidata a uma vaga de trabalho em um país estrangeiro, você deve adaptar a sua estratégia às características dessa nova cultura. Ainda que não seja a norma no Brasil, na maioria dos países da Europa e na América do Norte, a carta de apresentação (ou carta de motivação), é uma das peças principais de uma candidatura profissional. Trata-se de um breve texto expondo as suas competências, experiência e qualificações relevantes para a posição em questão.

 

Todos os países possuem características particulares no que diz respeito às expressões formais e à formatação esperada de uma carta de apresentação. Isso também é válido na hora de montar o currículo e na preparação para uma entrevista.  Neste post você irá encontrar alguns conselhos para a redação de uma carta de apresentação eficaz em uma língua estrangeira.

Como escrever uma carta de apresentação em uma língua estrangeira

O formato

 

Uma carta feita à mão, ou no computador?

como-escrever-uma-carta-de-apresentacao-em-uma-lingua-estrangeira-mosalingua

Para que não haja problemas relacionados à legibilidade, é melhor sempre escrever a carta em um computador. Para dar um toque de autenticidade, você pode assinar a carta à mão. Exceções: na Espanha e na Itália, os empregadores costumam pedir uma carta escrita à mão. Se esse for o caso do país em que você está buscando emprego, faça um esforço extra para que sua escrita esteja legível…

Quantas páginas devo escrever?

Em países como a França, a Espanha ou os EUA, é preferível que a carta não passe de uma folha A4. Ao escrever uma carta demasiadamente longa, você corre o risco de ser repetitivo e entrar em detalhes irrelevantes, o que pode causar a perda de interesse do empregador.

Em países como a Itália ou a Espanha, as cartas de apresentação servem mais como uma introdução ao seu currículo, e sendo assim, devem ser breves. Já na França ou nos EUA, apesar de não passar de uma página, a carta deve conter informações mais detalhadas, que talvez não estejam presentes no CV, e deve ser uma introdução de suas motivações para a posição em questão.

O conteúdo

Para quem você está escrevendo?

Neste ponto, as regras variam de um país para o outro. Como qualificar o seu interlocutor?

  • nos Estados Unidos:

    escreva o nome e o endereço da empresa/organização no canto superior, à esquerda. Comece sua carta pelo nome do interlocutor, por exemplo: Dear Mr. Smith,. Se você não conhece o nome dele, comece por um simples Dear Mr.

  • na França:

    escreva o seu nome e dados na parte superior à esquerda. No canto superior à direita, insira os dados da organização e do destinatário. Comece a carta com “Madame, Monsieur”, se você não souber o nome do interlocutor. Na França, a redação da carta de apresentação é um processo muito formal, e é importante utilizar as “fórmulas de educação” tradicionais. Você pode terminar a carta com uma frase como “Me tenant à votre disposition pour un prochain entretien, je vous prie d’agréer, Monsieur, mes sincères salutations“.

  • na Inglaterra:

    escreva o nome do seu interlocutor, sua posição e o nome da empresa no canto superior esquerdo da carta. Pule algumas linhas e comece a sua carta como no modelo americano (Dear Mr. Smith,).

  • na Espanha:

    à direita, embaixo da data, escreva o nome da organização e do seu interlocutor. Seu nome e informações para contato devem figurar no final da carta. Comece o texto por Muy señores mios, ou Estimados señores.

  • na Itália:

    escreva, no canto superior à esquerda, o nome do seu interlocutor e da organização. Como na Espanha, seu nome e contato devem figurar na parte inferior. Você pode começar a carta com Gentilissimo (interlocutor masculino, nome desconhecido), Gentilissima, ou Gentili Signore e Signori.

  • na Alemanha:

    escreva o nome do destinatário na parte superior à esquerda, abaixo do seu nome e suas informações para contato. Não se esqueça de pular uma linha entre o nome da rua e o código postal (regra do sistema alemão). Comece a carta dirigindo-se a “Sehr geehrte Damen und Herren” se você não souber o nome do interlocutor. Ou comece por Sehr geehrter Herr X (Caro senhor X) ou Sehr geehrte Frau X (senhora) se souber o nome

 

Seja claro e direto

Para escrever uma carta de apresentação, é importante que você se baseie nos fatos e mantenha uma escrita clara e sóbria. Não entre muito em detalhes inúteis sobre as suas qualificações e experiência, tente ser direto e preciso, e quando possível, exemplifique as suas qualidades com fatos.

Use frases curtas e claras. Forneça informações precisas e concretas sobre as suas competências profissionais, sua experiência e sua educação.

As questões às quais você deve responder:

  • Por que você está entrando em contato com essa organização em particular, e não com uma outra? Procure mostrar que você conhece e se identifica com o trabalho da organização.
  • Qual é a posição que você está visando? Este é um elemento essencial. Você pode estar respondendo a uma oferta de emprego, ou pode estar escrevendo de maneira espontânea, mas a ideia e especificar, na carta, a posição específica que você deseja preencher.
  • Por que a empresa/organização deve escolher você, e não um outro candidato? Para responder a esta questão, busque ilustrar suas competências que são relevantes para a posição em questão. Tente basear-se em fatos e em competências adquiridas através de sua experiência profissional e acadêmica.

MosaLingua fazendo parte do seu crescimento profissional

mosalingua-spanish-business-1024MosaLingua Espagnol des AffairesPara lhe ajudar a chegar mais longe, o MosaLingua criou dois aplicativos voltados para o mundo profissional: Inglês para Negócios e Espanhol para Negócios.
Além do vocabulário necessário para poder trabalhar com eficácia nestes idiomas, você irá encontrar listas de vocabulário específico que irão lhe ajudar a montar um currículo e uma carta de apresentação em inglês ou espanhol.

Os dois aplicativos estão disponíveis para iOS (iPhone, iPad) e Android (smartphone e tablets):